Notícias

Tribuna popular valoriza comunidades terapêuticas

Câmara 10/04/2019
Tribuna popular valoriza comunidades terapêuticas
Fotos: João Flores da Cunha/CMG

A tribuna popular da Câmara recebeu na sessão de terça-feira (9) o presidente do Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas de Gravataí (COMAD), Rogério Zandonai da Silva. Em sua fala, ele fez referência à importância das comunidades terapêuticas, que acolhem pessoas com transtornos decorrentes do uso, abuso ou dependência de drogas.

Gravataí é o município que mais tem comunidades terapêuticas no estado, segundo o presidente do conselho. Ele pediu atenção especial dos vereadores a essas instituições, que “mudam vidas”, segundo ele, com um “trabalho significativo, mas sem reconhecimento”.

2019 marca os 50 anos da instalação de comunidades terapêuticas no país. Zandonai falou sobre a evolução das instituições nesse período: “passaram a ter profissionais especializados, novas técnicas, houve maior investigação científica acerca de sua eficácia e dos pacientes mais indicados”, afirmou, ressaltando que “comunidade terapêutica não é manicômio”.

O presidente do conselho apresentou o conceito das comunidades: são instituições abertas, de atendimento temporário e adesão exclusivamente voluntária, voltadas a pessoas que necessitam ou desejam um espaço protegido em ambiente residencial para auxiliar na recuperação. Os residentes devem manter seu tratamento na rede de atenção psicossocial e demais serviços de saúde que se façam necessários.

Zandonai afirmou, porém, que o conceito muitas vezes não funciona na prática, porque “a rede funciona precariamente”. “É um problema que não tem solução simples”, disse. Em sua fala, ele ressaltou ainda que as entidades de saúde afirmam que as drogas que mais matam no mundo são as lícitas: álcool e tabaco, além da dependência causada por remédios legais.